Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > A Conitec quer saber: o exame de peptídeos natriuréticos tipo B deve ser oferecido pelo SUS?
Início do conteúdo da página

A Conitec quer saber: o exame de peptídeos natriuréticos tipo B deve ser oferecido pelo SUS?

  • Publicado: Quinta, 05 de Julho de 2018, 14h00
  • Última atualização em Quarta, 22 de Agosto de 2018, 09h34
  • Acessos: 430

A população tem até o dia 25 de julho para participar

A insuficiência cardíaca, também conhecida por insuficiência cardíaca congestiva, é uma doença grave e incapacitante. Nela, o coração não consegue bombear o sangue com eficiência para todo o corpo, ela pode afetar apenas um dos lados do coração, sendo chamada, dependendo do caso, de insuficiência cardíaca direita ou insuficiência cardíaca esquerda. Mesmo que ela se desenvolva em somente um dos lados do coração, ao longo do tempo ambos acabam sendo afetados.

O exame realizado para confirmar o problema é o ecocardiograma, o que acarretou uma alta demanda por ele. A proposta de inserir o BNP tem como um dos objetivos diminuir essa demanda e delimitar quem precisaria do ecocardiograma ou não, liberando-o dessa forma, para casos com maior necessidade. 

Com o propósito de saber a opinião da população, foi publicado nesta quinta-feira, 05 de julho, no Diário Oficial da União, a Consulta Pública sobre a incorporação do exame peptídeos natriuréticos tipo B (BNP) para o diagnóstico em insuficiência cardíaca: quanto maior o nível BNP, maior é a possibilidade de presença da doença.  

Como participar  

Basta utilizar os formulários eletrônicos disponíveis no portal da Conitec no link Consultas Públicas. Faça seus comentários e sugestões. Para acessar o relatório inicial de recomendação clique aqui.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página