Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Consulta Pública avalia ampliação de prazo para início de tratamento de AVC isquêmico no SUS
Início do conteúdo da página

Consulta Pública avalia ampliação de prazo para início de tratamento de AVC isquêmico no SUS

  • Publicado: Quinta, 30 de Setembro de 2021, 16h43
  • Última atualização em Terça, 23 de Novembro de 2021, 18h53
  • Acessos: 392

A trombectomia mecânica já está incorporada ao SUS para pacientes atendidos em até oito horas após o início dos sintomas do AVC. Agora, a Comissão avalia a ampliação do prazo para realização do tratamento

Está em avaliação na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) a incorporação da trombectomia mecânica para tratamento de pacientes com acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico agudo no SUS em que os sintomas tiveram início entre oito e vinte e quatro horas. O AVC é causado pela falta de circulação de sangue no cérebro quando ocorre entupimento ou rompimento dos vasos. O procedimento analisado permite a desobstrução da região afetada e já está incorporado ao SUS para os casos em que os sintomas da doença tiveram início em até oito horas. O prazo para o envio de contribuições se encerra no dia 19 de outubro. 

Existem dois subtipos de AVC: isquêmico e hemorrágico. O primeiro é o mais comum, representa 85% de todos os casos. O AVC isquêmico é considerado agudo durante as primeiras oito horas do início dos sintomas. 

Para participar da consulta pública, clique aqui

O parecer da Comissão foi desfavorável à ampliação do prazo, por entender que, além do elevado impacto orçamentário, seria interessante obter dados reais da incorporação do procedimento nas primeiras oito horas e, posteriormente, avaliar a ampliação para até vinte e quatro horas. 

Os sinais e sintomas são fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna; confusão mental; alteração na fala e na visão; dor de cabeça repentina e intensa. 

Leia aqui o relatório de recomendação.

 Saiba mais

De acordo com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) da Trombólise, o ideal é que o paciente seja encaminhado para um local especializado, com estrutura adequada para o atendimento, como um Centro de Atendimento de Urgência ao Acidente Vascular Cerebral. O medicamento alteplase, um ativador de plasminogênio tecidual, pode ser utilizado dentro das primeiras horas do início dos sintomas. No entanto, existem contraindicações, como cirurgia recente, sangramento ativo, anormalidades de coagulação e histórico de trauma e de hemorragia intracraniana.

registrado em:
Fim do conteúdo da página