Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Consulta Pública avalia inclusão no SUS de tratamento para hemoglobinúria paroxística noturna
Início do conteúdo da página

Consulta Pública avalia inclusão no SUS de tratamento para hemoglobinúria paroxística noturna

  • Publicado: Quinta, 13 de Junho de 2019, 14h43
  • Última atualização em Quinta, 18 de Julho de 2019, 15h49
  • Acessos: 773
A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) abre hoje Consulta Pública sobre o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para Hemoglobinúria Paroxística Noturna (HPN). Até o dia 2 de julho, a população poderá participar e enviar suas contribuições sobre o tema. Ainda não havia no SUS diretrizes para diagnóstico e tratamento específicos para essa doença.
 
A HPN é uma doença crônica e rara, de origem genética, causada pela mutação de um dos genes das células tronco. Essa disfunção leva à má formação de glóbulos vermelhos e ativação de plaquetas no sangue. É considerada uma anemia hemolítica, por envolver a quebra dos glóbulos vermelhos, elevando o risco de coágulos sanguíneos, falha renal, trombose e até mesmo a morte.
 
O termo noturno descrito na doença diz respeito ao período em que se observa a maior taxa de destruição das hemácias nos portadores. O tratamento da HPN alta atividade é voltado, principalmente, para o controle dos sintomas e prevenção das complicações.
 
O PCDT HPN alta atividade em análise orienta o uso de estratégicas medicamentosas e não medicamentosas, além dos critérios para diagnóstico dos casos.
 
O transplante de células tronco e a transfusão de sangue estão entre as opções não farmacológicas. Além destas, estão descritas terapias medicamentosas, com reposição de ferro e ácido fólico, além da administração do eculizumabe, incorporado no fim do ano passado para esse tratamento. Leia aqui o relatório.
 
Como participar
Basta utilizar os formulários eletrônicos disponíveis no site da Conitec, no link Consultas Públicas. Faça seus comentários e sugestões, sua participação é muito importante.
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página