Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Tratamento para asma alérgica grave é tema de consulta pública
Início do conteúdo da página

Tratamento para asma alérgica grave é tema de consulta pública

  • Publicado: Segunda, 02 de Setembro de 2019, 14h09
  • Última atualização em Sexta, 01 de Novembro de 2019, 11h15
  • Acessos: 1285

População pode enviar contribuições até o dia 18 de setembro

Está em avaliação pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias e Inovações no Sistema Único de Saúde – Conitec a incorporação do omalizumabe. O medicamento é indicado para tratamento da asma alérgica grave em pacientes que não conseguiram o controle da doença apesar do uso do tratamento preconizado (corticoide inalatório associado a um beta-2 agonista de longa duração).

O tema está em consulta pública para que pacientes, familiares, especialistas, profissionais de saúde e demais envolvidos possam enviar suas contribuições.

A asma é uma doença crônica, associada à inflamação das vias aéreas. Os sintomas podem variar em intensidade e duração e incluem falta de ar, dor no peito, tosse e dificuldade respiratória. É chamada de asma grave quando são utilizadas altas doses de corticoide inalatório (CI) associado a beta-2 agonista de longa ação (LABA) para evitar a piora da doença ou quando a asma permanece não controlada mesmo com o tratamento.

 

Omalizumabe

A avaliação da Comissão buscou evidências sobre a eficácia e segurança do omalizumabe como terapia adicional ao tratamento padrão para pacientes com a forma alérgica grave não controlada da doença.

A avaliação preliminar pela Comissão não demonstrou evidências científicas suficientes para justificar a incorporação do medicamento. Saiba mais sobre o assunto no Relatório técnico.

Participe da Consulta Pública. Clique aqui e faça sua contribuição.

registrado em:
Fim do conteúdo da página