Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias (3) > X Fórum Nacional de Políticas de Saúde no Brasil: novas incorporações são temas do debate
Início do conteúdo da página

X Fórum Nacional de Políticas de Saúde no Brasil: novas incorporações são temas do debate

  • Publicado: Terça, 29 de Maio de 2018, 10h19
  • Última atualização em Sexta, 13 de Julho de 2018, 09h16
  • Acessos: 440

“Há 37 Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) disponíveis para doenças raras, dentre eles nove estão em atualização. A Conitec sabe que esse tema possui poucos estudos científicos publicados, o que dificulta as novas incorporações, porém nós do Departamento de Gestão e Incorporação de Novas Tecnologias (DGITS)– Secretaria Executiva da Comissão,  estamos trabalhando para isso avançar”, comentou o assessor técnico DGITS , Daniel Scherrer, em sua participação no X Fórum de Políticas de Saúde no Brasil que ocorreu nesta terça-feira, 22 de maio, em Brasília. 

Nesta edição do Fórum, participaram políticos, especialistas, a indústria farmacêutica e representantes de órgãos públicos que lidam da saúde.  Doenças raras foi o foco, e duas delas tiveram especial atenção: hemofilia, que atinge pouco mais de 11 mil pessoas no Brasil, e os cânceres raros, difíceis de serem tratados por causa da descoberta tardia. 

Ainda durante o evento, para melhor a discussão sobre o tema, foi apresentando um panorama sobre a hemofilia e os cânceres raros, o cenário atual das políticas públicas e como a Conitec é importante nesse processo de incorporação, de terapias medicamentosas e procedimentos diagnósticos, para o tratamento dos pacientes que sofrem com essas enfermidades. 

“A Conitec tem papel fundamental para nossos pacientes, pois é ela que vai recomendar a atualizar os PCDT´s”, comentou a médica Gisela Meyer, coordenadora do Serviço de Hipertensão Pulmonar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. 

Hemofilia 

É um distúrbio genético e hereditário que compromete a coagulação sanguínea. O sangue é composto por várias substâncias, onde cada uma delas tem uma função. Algumas dessas substâncias são as proteínas denominadas fatores de coagulação, que ajudam a estancar as hemorragias quando ocorre o rompimento dos vasos. Os sintomas mais comuns da hemofilia são os sangramentos prolongados. Esses sangramentos podem ser externos, como quando ocorrem cortes na pele, ou internos, quando o sangramento se dá dentro das articulações, dentro dos músculos ou em outras partes internas do corpo. 

Cânceres raros

São denominados dessa forma por serem de baixa incidência na população em geral a taxa de incidência é seis casos em 100 mil pessoas quando comparado aos outros tipos. Esses cânceres podem estar localizados em várias regiões do corpo. Em geral, o câncer raro tem uma linhagem celular reconhecidamente distinta. Um exemplo dele é o tumor neuroendócrino. Existem vários tipos de tumores raros que, na maioria das vezes, são difíceis de serem tratados devido ao estadiamento e a descoberta tardia. 

Conheça o trabalho da Conitec

Acompanhe os nossos processos de incorporação e as publicações dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde pelo nosso portal http://conitec.gov.br.

registrado em:
Fim do conteúdo da página